Bule Voador

Por quanto tempo você será lembrado?

Dois caminhos conduzem à fama alcançada pela realização de feitos extraordinários: ações e obras. Um grande coração é a qualificação especial para o caminho das ações, e uma grande mente, para o das obras. Cada um dos caminhos tem suas vantagens e deficiências e a principal diferença entre eles é que as ações passam enquanto as obras permanecem. Das ações permanece apenas a memória, que se torna cada vez mais tíbia, distorcida e insignificante e que deve gradualmente desaparecer, a não ser que a história a retome e transmita à posteridade em estado petrificado. As obras, por outro lado, são em si mesmas imortais e, especialmente as escritas, podem atravessar os tempos. A mais nobre ação possui uma influência apenas temporária, ao passo que a obra de um gênio vive e tem efeito benéfico e edificante por todo o tempo. De Alexandre, o Grande, apenas o nome e a memória vivem, ao passo que Platão e Aristóteles, Homero e Horácio, ainda existem em si mesmos, ainda vivem e exercem um efeito imediato. (Schopenhauer) 

 O seu filho, ou mesmo o seu neto, pode apresentar alguma semelhança com você, em traços faciais talvez, no talento para a música, na cor dos cabelos. Mas, a cada geração que passa, a contribuição dos seus genes é cortada pela metade. Não demora muito até que chegue a proporções negligenciáveis […] Mas, se você contribuir para a cultura mundial, se tiver uma boa ideia, compuser uma melodia, inventar um artefato tecnológico, escrever um poema, isso poderá prosseguir vivendo, incólume, até muito tempo depois que seus genes tiverem se dissolvido no reservatório comum. Sócrates pode ou não ter ainda um ou dois genes hoje ainda vivos no mundo, mas quem se importa? (Richard Dawkins)

 Suponhamos que você tivesse a oportunidade de descobrir quando irá morrer. Agora imagine que descobre que apenas poucas horas precedem o fim de sua existência.

Consegue imaginar por quanto tempo a sua existência será lembrada?
.
Quantas histórias boas envolvendo você as pessoas poderão contar?

Não acho que deves ter medo da morte, e sim vergonha de morrer até ter deixado o seu legado, e não importa se ele é físico e será usado por muitos, ou se é moral e ajudará as pessoas a levarem uma vida mais harmoniosa, ou se é filosófico e ajudará as pessoas a terem uma visão mais crítica sobre algo. O que importa é conseguir algo que dure muito mais do que você.
Sócrates morreu. Platão e Aristóteles também. E assim como eles milhares de pensadores. Eles não podiam adiar a morte por muito tempo. Mas os seus legados estão aqui. Mais jovens do que eu, e mais jovem do que você. Prontos para serem despertados nos corações e nas mentes daqueles que buscam a melhor maneira de encarar o mundo e o conhecimento que nele se encontra.

O seu corpo irá sumir um dia, assim como todos os bens materiais que lhe pertence. Porém o seu legado pode permanecer vivo. E enquanto houver gente capaz de pensar, poderá ser o seu pensamento a grande fonte de inspiração ou de auxílio na busca das melhores ideias.
Não é difícil fazer isso sendo um bom pai ou mãe, um bom amigo ou amiga, um bom professor ou professora. Basta se preocupar em conseguir algo que seja eterno e que traga o bem para os demais e ao mesmo tempo a lembrança da sua útil e admirável existência.

”Não há consolo mais refinado na velhice do que a sensação de ter concentrado toda a força de nossa juventude em obras que jamais envelhecerão.” (Schopenhauer)

E a sua obra? Está pronta?

Citações dos filósofos extraída em:
1. Café Brasil N° 438

Matheus Carlos
Nascido em Petrolina-PE 18 dias antes do falecimento do grandioso Carl Sagan. Sou um cientificista que não acredita que a filosofia está morta para a ciência. Enxergo a divulgação científica como um excelente meio de combate ao obscurantismo bastante presente em nossa sociedade, e portanto, pratico-a. Sou auxiliar contábil e por enquanto não estou inserido no meio acadêmico (Quando quiserem criticar os meus textos não utilizem isso como fundamento. Ad hominem é feio, amiguinhos hehe)
  • Jean Corrêa

    Mandou muito bem amigo. E é vizinho de onde moro (Juazeiro)

  • Segredos da mente

    É por isso que eu falo…viva e deixe a vida acontecer…existe tanta gente com medo de morrer que esquece de viver e quando olha para trás, não existe nada de que tenha feito que cause orgulho.http://segredosdamente.com/