Bule Voador

Feminismo não é femismo

Ser feminista não significa incentivar o ódio e a revanche contra o sexo masculino. Menos ainda se trata de instalar um império das fêmeas sobre a Terra, como se as mulheres fossem criaturas incorruptíveis, perfeitas e divinas. Ideias desse tipo, de viés anti-igualitário, são defendidas pelo movimento femista, que julga todos os homens como carrascos horrendos, monstros cuspidos pelo Diabo, altamente perigosos e iguais a uma bomba de estupro prestes a explodir por todos os lados. O femismo é o movimento radical que trata os homens como inimigos, reagindo a eles com intolerância e hostilidade.

Por outro lado, a proposta do feminismo não é ser misândrico, mas sim igualitário e emancipatório, justo e racional, pois não prescreve um combate aos homens, e sim ao machismo. Embora algumas diferenças biológicas sejam visíveis entre os sexos masculino e feminino, elas não devem determinar que a sociedade se baseie na dominação de um gênero sobre outro. O pensamento feminista considera que homens e mulheres são capazes de cumprir, ou dividir, as mesmas tarefas – dentro das limitações e competências de cada um -, seja no lar, no emprego ou em qualquer lugar onde as relações sociais vicejem. Porém, tanto o machismo quanto o femismo discordam dessa premissa. É um tremendo equívoco acreditar que mulheres são sempre melhores que homens ou que homens são sempre melhores que as mulheres. O ideal é difundirmos a ideia de que ambos os sexos podem ser ótimos em tudo quanto puderem fazer.

Até onde sabemos, não é por meio da razão que machistas e femistas desejam controlar uns aos os outros: o que os move é a busca por poder e, às vezes, a sede de vingança. Saber que as mulheres, graças ao machismo, sofreram um atraso histórico quase irremediável, gerou uma distorção dentro do movimento feminista que, em vez de reparar as injustiças praticadas por homens do passado, quer devolver as mesmas injustiças aos homens do presente e do futuro. Tal é a face do femismo. Mas se o nosso descontentamento com as falhas que a sociedade apresenta tiver que ser resolvido por meio do ódio, então nada impede que pessoas negras resolvam massacrar pessoas brancas, inaugurando uma nova fase de “opressores”. Ora, sabendo que esses atos são verdadeiros absurdos, logo, nada justifica a “teoria” de que um sexo, etnia ou classe social deva se sustentar na hierarquia do mais forte contra o mais fraco.

Portanto, o que o feminismo nos proporciona, ao contrário do femismo, é um ideal de igualdade, equanimidade e cooperação social. Um novo sentimento de harmonia que permita que todas as pessoas, sem discriminação, desfrutem das mesmas oportunidades para se realizarem como seres humanos. Se questionarmos as instituições políticas que impedem esses avanços, e se desafiarmos os parâmetros culturais e históricos da nossa civilização, estaremos contribuindo com uma causa efetivamente justa para o mundo.

Ricardo Silas
Faço estudos sobre revoluções históricas e sou perdidamente apaixonado por literatura russa. Não invejo a fé dos crentes. Aprendi a nunca ser um espectador da injustiça e da estupidez, pois o túmulo me dará muito tempo para o silêncio.
  • Douglas B. R.

    O problema é que as femistas se apropriaram do título de feminista e manipulam as feministas com uma distorção do conceito de sororidade para que estas as apoiem incondicionalmente, além de introduzir suas ideologias maquiadas para parecerem uma forma de se lutar contra a opressão. No geral são os homens feministas quem percebem essa infiltração pois são eles os principais afetados, fazendo com que tenham que gastar energia tentando alertar as feministas do perigo quando poderiam estar lutando contra o sexismo.

    • Caio Bezarias

      Perfeito, cara! E quando tentamos alertá-las disso, nos chamam do quê? Alguém adivinha?

  • Aila

    Primeiro, gostaria de começar com o significado da palavra FEMINISMO:
    1.
    doutrina que preconiza o aprimoramento e a ampliação do papel e dos direitos das mulheres na sociedade.
    2.
    Um movimento político, filosófico e social que defende a igualdade de direitos entre mulheres e homens.

    Um dos motivos da luta de quem é adepto do feminismo, é a IGUALDADE DE DIREITOS. Uma luta que tem como “arma” argumentos, acredito.. AONDE ESTÁ A TOLERÂNCIA??
    No meu ponto de vista, vejo aqui mulheres que se dizem FEMINISTAS, agredindo uma pessoa que está de acordo com as propostas do movimento!! Eu nem sei dizer se é intolerância, mas acredito q há um grave erro na interpretação do texto.. É como se estivessem batendo em alguém que está concordando com a sua opinião! Além disso, é contraditório, pq lendo o texto só pude ver q ele tem uma opinião sensata sobre o assunto.
    Pode ser também q eu esteja enganada, não descarto essa possibilidade e adoraria ler a versão de alguém q discorda, me mostre seu ponto de vista, claro, SEM AGRESSÕES DESNECESSÁRIAS.. Sejamos acima de tudo racionais, isso aqui não é uma disputa, e acredito que tudo deve terminar em aprendizado.. Acredito q devemos fazer a aplicação perfeita da razão para julgar ou racionar em cada caso particular de nossas vidas, e ouvir outras opiniões é fundamental.

  • MXW_L

    como não conseguem ver que jamais que seres completamente diferentes em estruturação biológica, psíquica, sexual, e o que mais se puder elencar JAMAIS serão iguais e desempenho de funções, e por isso há a necessidade do exercício de papéis diferentes? de posições sociais bem definidas e diferentes? que a própria estruturação anatomica não nos faz iguais, e por isso complementares, e por isso com funções e posições diferentes? e o que na verdade estão buscando é a destruição da sociedade? será possível que não leem o que se deve realmente ler? será que não conhecem de onde tudo isso vem? que NÃO ADIANTA forçar igualdade onde a ordem é do ser completamente diferente, por isso papéis diferentes, cargos diferentes, tudo diferente? caraca meu, só sabem rotular, rotular, rotular, ignorar, ignorar, ignorar, fazer leituras aberrantes, fazer leituras aberrantes, fazer leituras aberrantes.

    ISSO AQUI É A VERDADE DOS FATOS, BEM FEITO E DOCUMENTADO. NO PAÍS DE MAIOR “IGUALDADE DE GENERO” DO MUNDO

    sugestão: assistam a tudo

    https://www.youtube.com/watch?v=G0J9KZVB9FM

    E veja: OS HOMENS SEMPRE FORAM OS MELHORES COZINHEIROS DO MUNDO, DESDE A ÉPOCA DAS CAVERNAS. A enormidade das receitas culinárias das delícias do mundo foram feitas POR HOMENS. E as mulheres sim, são capazes e merecem estudar e se formar no que quiserem, mas quase cem por cento dos Nobel são de homens porque são mais inteligentes e se preocupam em construir o mundo melhor para as mulheres e filhos, e se preocupam com as principais questões da história da humanidade, da mesma forma que um homem que queira ser pai NÃO PENSA EM FAZER UMA CASA PARA OPRIMIR SUA ESPOSA, MAS PARA PROTEGE-LA A ELA E SEUS FILHOS E LHES DAR CONFORTO. ESSE SEMPRE FOI E SEMPRE SERÁ NOSSO PAPEL. E PONTO.

    não podem ser igual porque são diferentes, e o que realmente é injustiça não vem por causa da desigualdade de generos, mas sim porque o ser humano é mau? Homens são maus com mulheres e mulheres com homens, e que NENHUM sistema, político, economico ou seja o que for vai mudar isso, a natureza do ser humano?

    olha, pode me dar um block porque não estou sendo muito cortes, hoje estou muito ácido, mas desculpa, caraca meu

    isso irrita!!!

    e por fim

    feminismo não sei bem o que é, é uma desgraça doida que inventaram aí pra perturbar a ordem do mundo, do jeito que ele sempre funcionou

    mas masculinismo, (que é constituído de amor sacrificial, abandono de seus próprios interesses em favor daqueles que vc ama, cuidado permanente com quem esteja debaixo de sua proteção e outras características essenciais ao ser homem)

    é se colocar na frente do cano de uma arma se preciso for

    por sua mulher e seus filhos

    e defendendo ideologias assim, a sociedade vai adoecer por falta desse tipo de homem

    na verdade, já está

    • Caruê Gama Cabral

      Exigir uma completa isonomia é utópico de fato, mas mesmo considerando as diferenças que são estatísticas existem e sempre vão existir pontos fora da curva, inclusive muitos pontos. Essa visão masculinista ou feminista são perspectivas muito subjetiva da sociedade, a sociedade sempre foi sexista ou seja cada sexo com seu papel. Também é inegável que do ponto de vista legal a mulher estava em desvantagem a poucas décadas, e os movimentos feministas tiveram um papel fundamental no que agora provavelmente existe uma isonomia do ponto de vista legal. Não pude deixar de notar sua alegada superioridade masculina, oque foi meio cômico sobretudo sobre a culinária além de ignorar que a 50 anos as mulheres eram barradas da universidade ou dependiam da autorização dos pais ou maridos para cursar uma universidade oque influenciou e muito o quadro de nobels, além disso a ciência não se faz apenas com nobels.

  • Cícero

    Uma da mulheres mais influentes do séc. 20 disse:
    “Odeio o feminismo é puro veneno”. – Margaret Thatcher.
    http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2012/01/porque-e-que-as-feministas-odeiam.html

    • Ricardo Silas

      Feminismo defende a igualdade de direitos, de tratamento, de condições e de oportunidades entre homens e mulheres. Se você defende a desigualdade nesses aspectos, o único veneno aqui é você.

      • Cícero

        Interessante que esses aspectos que vc menciona, já foram muito valorizados e destacados por Jesus e os apóstolos; eles valorizaram muito as mulheres, usando-as de forma ousada e inédita em seus ministérios e atividades; numa época de muito preconceito, desprezo e discriminação contra elas!
        Por isso entendo que o Novo T. deveria ser a base desse “Feminismo”.

        • Caruê Gama Cabral

          Vós, mulheres, sujeitai-vos a vossos maridos, como ao Senhor;
          Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a cabeça da igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
          De sorte que, assim como a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo sujeitas a seus maridos.
          Efésios 5:22-24

          Superioridade do homem sobre a mulher….

        • cairo

          a giglia só deve ser base do meu vaso de plantas

    • Rakan Sreeldin

      Margaret Thatcher não é referência pra ninguém, muito menos para uma mulher.

  • Haru Glory

    Excelente !! Minhas críticas ao movimento Feminista se pauta em alguns extremismos que elas cometem, por exemplo: Desprezar Homens, fazer constantes humilhações e etc, foram isso o texto está claro e muito lúcido.

  • Vitor Fagundes

    Algo que me intriga é o fato do machismo ser considerado “homens oprimindo mulheres…”. O machismo, na minha forma de ver, é mais uma divisão de tarefas do que uma relação de submissão. Não quero dizer, com isso, que o machismo é coisa boa, mas que não apenas mulheres perdem com o machismo pq tanto as liberdades dos homens também são limitadas pelo machismo. 90% das vítimas de homicídios são homens, 70% das vítimas de acidentes de trabalho são homens, 90% das vítimas fatais dos acidentes de trabalho são homens, homens se suicidam 3 vezes mais que mulheres… Olhando dados como esse não há como negar que o papel típico assumido pelo homens traz problemas para o próprio homem.

    • Gaby Soares

      E quem mata os homens? Adivinha! Os homens!!!!!!

      • Diego Paz Silva

        e mulheres tbm… Assim como mulheres também matam mulheres, assim como mulheres tbm roubam, mentem, sequestram, estupram e matam, mas vcs falam como se essas coisas fossem exclusivamente feitas por homens e apenas contra mulheres o que ñ é verdade…

  • Tchuliu

    Se levar em conta esse movimento femista, por que nenhuma mulher ou homem se considera assim? Sempre são as próprias feministas que deslegitimam o que elas dizem as mesmas de femistas.
    Levando em conta que feminismo não é o oposto de machismo por que sempre que vc fala pra alguém que é contra feminista você automaticamente é tachado de machista opressor ou qualquer coisa

    • Diego Paz Silva

      Bem acho que esse é o ponto, sinceramente eu acho perfeitamente válido e justo o movimento feminista na época de sua criação, esse movimento realmente conseguiu grandes coisas e reparou muitas injustiças da sociedade… Mas hj em dia, tirando o fato de que em alguns casos mulheres recebem menos que homens quando tem o mesmo cargo e desempenham a msm função numa empresa por exemplo, a ñ ser por isso eu ñ vejo mais nenhuma causa justificável para mulheres lutarem por “igualdade” com os homens, pois isso já existe, ambos tem direito a trabalho, voto e tudo e mais inclusive mulheres ainda tem alguns “privilégios” como tratamento especial em caso de estupro por exemplo, é fato que isso é algo que acontece muito mais com mulheres que com homens mas ñ significa que eles ñ estejam sujeitos a isso, e ñ existem delegacias pra resolver esses casos por exemplo, ñ estou dizendo que mulheres que foram estupradas ñ mereçam tratamento especial mas que homens que sofreram a mesma coisa ñ tem o msm tratamento por exemplo, mulheres tbm ñ são obrigadas a se alistar tão pouco servir o exército arriscando suas vidas em campos de batalha em tempos de guerra (ainda bem q o Brasil ñ tem mas essa ñ é a questão), assim como mulheres podem se aposentar 5 anos mais jovens mesmo que em média homens vivam menos tempo que mulheres… Ou seja hoje a grande maioria das feministas são na verdade femistas disfarçadas que se escondem atrás da bandeira deste movimento, a diferença delas para os machistas é que eles ñ tem nada pra se camuflar dessa forma (ambos são igualmente imbecís ñ estou defendendo machismo) mas a verdade é que hoje o mundo ficou muito chato, ñ se pode falar nem fazer mais nada, vc ñ pode fazer um filme ou algo do tipo com comédia sobre nada que já vai ter gente pra falar “isso é racista, isso é machista, isso é homofóbico” e etc…

  • Giuliane

    o melhor texto que já li sobre o feminismo! Coerente e com razão, diria até mais: um texto com palavras de bom senso, sem apelar para a defesa do machismo ou o feminismo. Porque até agora, o feminismo que se apresentou para mim atua como o machismo, pela busca do poder difundindo mais a “guerra entre os sexos” do quê a união deles em prol da igualdade.

  • Le Fetiches

    Femismo NÃO existe! Sugiro comprar um dicionário!
    Feminismo É SIM, uma versão feminina do machismo, vide os argumentos sexistas de suas seguidoras.

    • Jozinelson Da Silva

      Femismo é ideia, ideologia, independe de dicionário, que é senso comum. E não importa se uma pessoa se diz feminista, o importante é a forma de agir e de pensar da pessoa, se não defende a igualdade de gêneros não é feminista, mesmo que diga que é. Exemplo: Não é o dizer ser evangélico que faz um evangélico, e sim a forma de pensar e agir como um. E esse movimento tem essa ideia de igualdade de gêneros na sua origem lá na revolução francesa. Mas você levantou uma questão relevante. Sim, há muitos femistas dizendo ser feministas, e isso da pra perceber com as idéias defendidas pelas pessoas, mas na prática feminista de fato é quem defende a igualdade entre gêneros.

      • Le Fetiches

        Quem defende igualdade é humanista, não feminista. Se usa um termo sexista para defini-lo não é igualdade, não posso falar em igualdade exaltando o meu gênero em detrimento do seu.
        Femista não é uma ideia, nem ideologia, pq simplesmente não existe, foi apenas uma palavra inventada pelas feministas qdo se viram acusadas de sexismo. E não são algumas sexistas, são todas, vide que um dos principais lemas do feminismo é o “empoderamento” da mulher, palavra que contradiz igualdade.
        Se lutassem por igualdade, já teriam parado de lutar, pq já conquistaram mais do que isso. Não vejo feminista nenhuma lutando por igualdade qdo elas são privilegiadas, não há mulher querendo pagar o mesmo valor que o homem p entrar na balada, nem lutando para se aposentar com o mesmo tempo de serviço, por exemplo. Onde está a luta por igualdade qdo as privilegiadas são elas?
        Eu, como mulher, me sinto privilegiada em diversos aspectos na relação homem-mulher, se eu me separar, quem tem que sair da casa é meu marido, o nosso filho fica comigo, o pai o veria a cada 15 dias. A lei me favorece no quesito familiar, para um pai conseguir a guarda de um filho é muito difícil, a prioridade é da mulher. Me colocando no lugar de um homem, deve ser horrível se separar e ver seu filho a cada 15 dias, não conviver com ele, não acompanhar o crescimento. Onde está a igualdade? Se uma mulher agride o marido, não acontece nd c ela, mas se ele ao menos se defender, ela dá queixa de agressão contra ele e ele se fode bonito. Se sua mulher te acusar de estupro, vc se fode, mesmo sendo inocente, e nesse quesito o homem não é visto como inocente até que se prove o contrário, é visto como estuprador, até que se prove o contrário, mesmo depois de provada sua inocência a sua reputação é algo irrecuperável. Não vejo feministas lutando por essas igualdades, apenas pelo que favorece à elas.
        As mulheres não são obrigadas a servir o exército, nunca foram para as frentes de batalha nas grandes guerras, nunca voltaram p casa com trauma psicológico irreversível causado pela guerra, nunca lutaram na trincheira, não foram mutiladas por bombas, elas estavam em casa bordando enquanto os maridos trabalhavam, 14, 15, 16 horas nas minas de carvão, sem qualquer direito trabalhista, e em condições de grande exaustidão, exploração e insalubridade. (Tb havia mulheres e crianças trabalhando nessas condições, mas a gde maioria era de homens) Se formos analisar a história, a mulher sofreu repressão e o homem sofreu exploração, ambos tiveram vantagens e desvantagens c relação à gênero, mas só as mulheres fazem mimimi.
        Os direitos da mulher já foram conquistados na sociedade em que vivemos, quer ser feminista, vai lutar pelo direito da mulher no Afeganistão, lá sim, o feminismo faz sentido, tal qual fazia quando surgiu (apesar do nome ser claramente sexista) hj não faz sentido algum, é só mimimi de um grupo de “rebeldes sem causa”.
        Menos feminismo e mais humanismo, isso sim seria igualdade.

        • Jozinelson Da Silva

          Primeiro, vai estudar:
          Feminismo enquanto ideologia não é um movimento sexista, isso é senso comum, senso comum que é burro. A ideia de igualdade de gêneros do feminismo existe desde a sua origem na revolução francesa e o termo éisado pro ser oposição ao machismo. Muita gente besta, como você por sinal, também pensava na época que oposição seria ressaltar a mulher, mas os verdadeiros iniciadores do movimento colocaram que isso seria apenas fazer um “machismo invertido” e com isso fizeram o feminismo negando não o homem, mas sim a superioridade de um gênero, então a oposição do feminismo para o machismo não está no gênero do machismo que é o do homem e sim a superioridade, o feminismo viria pra ir contra a superioridade de um gênero.

          Segundo:
          Tem uma diferença muito grande entre ideologia e praticantes, exemplo:
          Ser islâmico é pensar que gays e pecadores deveriam ser mortos? Não! Isso vai da interpretação dos islâmicos, já ouvi vários deles dizerem apoiar guerra armada, mas o jogador Karin Benzema que é islâmico não canto o hino da França, pois é um chamado para a guerra, e esse protesto de não cantar o hino é porque ele contra guerra e armas… A ideologia de igualdade de gêneros presente no feminismo independente do praticante que use esse nome, se eu me chamar de cristão isso não faz eu ser de fato a não ser que eu pratique o cristianismo

          Terceiro: Femismo não aparece em alguns dicionários, pois são senso comum, vivocê tem que procurar em sites ou livros especializados, científicos e não na porcaria do dicionário. E sim, o termo femismo foi criado por um feminista que deu esse nome para responder a críticaao machismo

          • Le Fetiches

            Ok! O dicionário está errado e vc, gênio, está “Serto” kkkkkkk

            Só uma dica: sai do século IX, e para de falar de mais de 100 anos atrás, vc está em 2016! Olhe ao seu redor, para as práticas e não para teorias bonitinhas. É muito “bonitinho” falar de “revolução francesa” mas é argumento de uma mente limitada, parada no passado, que não consegue olhar ao redor e compreender seu próprio presente e muito menos as mudanças de tempos em tempos.

            Desculpe a sinceridade, mas qdo a pessoa não sabe dialogar decentemente e parte para xingamentos, é pq o nível mental ainda não evoluiu. Note que eu dei minha opinião sem em momento algum lhe xingar, isso chama-se “educação” então volte qdo conseguir conversar de forma madura e educada, ok?
            Deduzo que não consegue, então não perca tempo respondendo, eu paro por aqui.
            Abçs! Tenha um bom dia!