Bule Voador

Marco Infeliciano apresenta o polêmico projeto da “Cura Negra”

Brasília, 01 de abril de 2020

Projeto divide parlamentares e deve ir a votação na próxima semana

Famoso por defender o projeto da “Cura Gay” no ano de 2013 e casar com seu companheiro dois anos depois, o deputado evangélico Marco Infeliciano voltou a ser notícia após apresentar um novo projeto de lei. O Projeto de Lei nº 666 propõe a revogação de uma resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM), que proíbe o médico de propor a pessoas negras terapias de branqueamento da pele. O CFM afirma que não existem evidências científicas que comprovem a eficácia e a segurança de qualquer tratamento que promova a mudança de cor, além de este tipo de terapia gerar sofrimento para o paciente e reforçar preconceitos. A posição também é defendida por todos os conselhos profissionais nacionais e internacionais da área da saúde.

O parlamentar alega, no entanto, que ao criar esta norma o CFM agiu além de sua jurisdição, limitando a atividade profissional do médico. Infeliciano também criticou a atuação da imprensa no caso:

– A imprensa tem falado em “cura negra”. Isso é mais um golpe da mídia contra os evangélicos, para atingir os desinformados. Na verdade o projeto não fala em cura, pois ter a pele negra não é uma doença, mas sim uma condição da pessoa que tem ancestrais amaldiçoados por Noé. Muitas pessoas sofrem por serem negras e buscam ajuda profissional, mas o dermatologista nada pode fazer porque o CFM não permite. Na verdade, estamos lutando pelos direitos humanos, pelo direito de escolha das pessoas negras.

Na última semana, os evangélicos foram às ruas na Marcha para Jesus e também se manifestaram a favor de Infeliciano.

– Meu filho foi curado da negritude por um médico, e agora esse médico está sendo processado por charlatanismo. É um absurdo! – reclama uma participante.

O Conselho Federal de Medicina já analisou o caso e diz tratar-se de uma alteração dermatológica chamada “vitiligo”. Já as lideranças evangélicas alegam que o CFM está distorcendo os fatos para deslocar o foco das discussões. Os manifestantes da Marcha para Jesus também reclamam que a mídia tem frequentemente afrontado os valores da família tradicional.

– Agora toda novela tem que ter um negro, é uma vergonha! Então eu sou obrigada a ver uma mulher negra beijando um homem branco e achar bonito? Querem a todo custo que apareça um beijo desses na novela. Já imaginou minha filha de 6 anos ligando a TV e vendo uma coisa dessas? Como é que vou explicar pra ela? E onde é que nós vamos parar se ninguém mais defender a família?”

colher IIApesar da polêmica, as principais emissoras de TV já anunciaram que o esperado beijo inter-racial não irá ao ar nos próximos anos. Apesar de o anúncio ter gerado protestos entre as organizações anti-racismo, a emissora Rede Lobo alegou que cumpre com seu papel social e condena qualquer tipo de preconceito, porém um beijo inter-racial não está contemplado nos seus padrões de qualidade.

– Sempre abordamos em nossos programas as questões de racismo e das injustiças sociais. Inclusive recentemente, mostramos em horário nobre um personagem negro sendo espancado por um racista. – defendeu-se um diretor da emissora.

A comunidade evangélica também tem apresentado, nas redes sociais, vários casos de pessoas que ficaram brancas com o poder da oração e da maquiagem “Avon Total Reconstruction Super White”. O pastor evangélico Silas Malafalha recebeu nossa reportagem em sua ilha, a antiga cidade de Florianópolis, e também comentou o assunto:

– Eu amo os negros, mas não concordo com a pigmentação melânica. Veja as imagens de Maria, Jesus, os anjos… todos branquinhos e com as bochechas rosadas. Não sou eu que estou dizendo, está na Bíblia, é a vondade do Senhor Deus, que as pessoas sejam brancas e puras, e não manchadas pelo pecado! É um absurdo me acusarem de preconceito, parece que estamos numa ditadura! Afinal, Deus criou Adão e Eva, e não Rosivaldo e Edilene!

A ex-psicóloga-cristã Marisa Loba, que teve seu registro cassado em 2015 após o Conselho Federal de Psicologia comprovar que ela comprou seu TCC no site Zé Moleza, também liderou uma manifestação que reuniu 20 pessoas na Avenida Paulista, pedindo o fim da “ditadura negra” no país.

– Agora a gente não pode mais nem dizer que não concorda com o fato de a pessoa ser negra, que pode ir preso. Então eu sou obrigada a concordar? Isso é censura! Cadê a minha liberdade de expressão?

Após a manifestação, a ex-psicóloga foi novamente internada na clínica psiquiátrica da qual havia fugido pela quinta vez. A ASCEM (Associação das Sub-Celebridades Esquecidas pela Mídia) também emitiu nota oficial em defesa de Marco Infeliciano. Dentre os signatários estão as intelectuais Mara Maravilha e Joelma. E até a presidente da república foi obrigada a posicionar-se, diante da pressão da bancada evangélica.

– Eu sou contra o preconceito, mas no que se refere a esta polêmica, no meu governo eu não vou permitir nenhum tipo de propaganda de cor de pele. E eu vou lutar todos os dias do meu mandato para que cada brasileiro e brasileira viva num país mais justo e democrático – afirmou a presidente em entrevista coletiva. Ainda não se chegou a um consenso sobre o conteúdo da fala da presidente.

O Deputado Tiririca, que recentemente concluiu sua faculdade em Sociologia e foi o mais votado nas últimas eleições, condenou o projeto de lei e a postura das lideranças evangélicas:

– Vivemos numa democracia em que o Estado é laico e as pessoas são livres. Convicções religiosas não podem determinar o rumo de políticas públicas. Os evangélicos precisam aprender de uma vez por todas que uma das principais marcas do nosso país é a pluralidade, de modo que a religião de alguns não pode restringir a individualidade de outros. O Brasil é uma mistura de origens, cores, credos e posicionamentos políticos. E independentemente destas diferenças, todas as pessoas devem ser tratadas com respeito.

___________________________

Autor: Bruno Gaspar

 

 

Cicero Escobar
Editor-Chefe do Bule Voador.
  • Bruna F

    Eu sempre desconfiei que ela tinha comprado o TCC… kkkkkkkkk

  • DSaes

    Muito bom!

  • Douglas Val

    Morri de rir hauahhahahahha

  • Sir Christopher McFarlane

    KKK.