Bule Voador

União internacional de humanistas e ateus condena queima do Corão

Fonte: IHEU
Tradução: Eli Vieira

A União Humanista e Ética Internacional (IHEU) condenou os planos de uma igreja da Flórida de queimar publicamente o Corão (livro sagrado dos muçulmanos) no dia em que os ataques do 11 de setembro de 2001 completarão 9 anos. A IHEU é uma união internacional de mais de 100 organizações humanistas, racionalistas, seculares, ético-culturais, ateias e de livre-pensamento em mais de 40 países.

A presidente da IHEU, Sonja Eggerickx, disse que

“Queimar livros simboliza a ignorância e o ódio. Quando os nazistas queimavam os livros de grandes escritores judeus e antinazistas, isso era não apenas um ato de terrorismo cultural mas também um símbolo de sua estupidez. Se a igreja tem argumentos contra os ensinamentos do Corão ela deveria dar-lhes voz, preferir queimar o livro sugere que querem silenciar os muçulmanos à força em vez de persuadi-los com a razão.”

Matt Cherry, que chefia a delegação da IHEU frente às Nações Unidas em Nova York, acrescenta: “Como um ateu trabalhando com muçulmanos, cristãos e outras religiões para defender a liberdade de consciência, eu aprendi que o verdadeiro choque de civilizações não é entre o Islã e o ocidente, ou entre os religiosos e os não religiosos, é o choque entre os intolerantes e os tolerantes, entre aqueles que queimam livros dos quais discordam e aqueles que os lêem. E com respeito a esta grande divisão, o Dove World Outreach Center coloca-se no mesmo lado dos extremistas islâmicos.”

A queima do Corão é planejada pelo Dove World Outreach Center, um grupo cristão com sede na Flórida que chama a si mesmo de uma “Igreja do Novo Testamento”. A igreja planeja queimar cópias do Corão no dia 11 de setembro para protestar publicamente contra o Islamismo, que julga ser “do demônio”. A igreja também chama o Corão de “uma mentira”. O protesto gerou uma página com o título “Dia Internacional de Queimar um Corão” no site de relacionamentos Facebook.

“A IHEU trabalha para defender a liberdade de crença e de expressão, então nós defendemos o direito desses cristãos criticarem o Islã e até seu direito legal de queimar livros”, diz Eggerickx, “mas enquanto eles podem escolher queimar livros, nós escolhemos condenar seu ódio, sua ignorância e sua completa falta de tolerância para com crenças diferentes. Combinado à oposição frequentemente fanática contra a construção de novas mesquitas nos EUA, este protesto sugere que muitos americanos estão retrocedendo em sua tolerância religiosa tradicional.”

Com sede em Londres, a IHEU é uma ONG internacional com Status Consultivo Especial junto à ONU (Nova York, Genebra, Viena), com Status Consultivo Geral na UNICEF (Nova York) e no Conselho da Europa (Strasburgo), e mantém relações operacionais com a UNESCO (Paris).  A IHEU também tem status de observador na Comissão Africana de Direitos Humanos e dos Povos.

***

N. do T.: A LiHS pretende afiliar-se à IHEU num futuro próximo.

Eli Vieira
Biólogo pela UnB, mestre em genética pela UFRGS, doutorando em genética pela University of Cambridge (Reino Unido). Membro fundador e ex-presidente da Liga Humanista Secular do Brasil. Escreve também em EliVieira.com e Evolucionismo.org